Top
Zambezia – Travel Discover Mozambique
fade
21
page-template-default,page,page-id-21,mkd-core-1.2.1,mkdf-social-login-1.3,mkdf-tours-1.4.1,translatepress-pt_PT,voyage-ver-1.8.1,mkdf-smooth-scroll,mkdf-smooth-page-transitions,mkdf-ajax,mkdf-grid-1300,mkdf-blog-installed,mkdf-breadcrumbs-area-enabled,mkdf-header-standard,mkdf-no-behavior,mkdf-default-mobile-header,mkdf-sticky-up-mobile-header,mkdf-dropdown-default,mkdf-fullscreen-search,mkdf-fullscreen-search-with-bg-image,mkdf-search-fade,mkdf-side-menu-slide-with-content,mkdf-width-470,mkdf-medium-title-text,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 

Zambezia

Localizada no Centro/ Norte do País tem como limites a Norte as Províncias de Nampula e Niassa, a Sul Sofala, a Oeste o Malawi e a Província de Tete, e a Leste o Oceano Índico.

Dispondo-se em anfiteatro voltado para o Índico, a vegetação vai mudando à medida que a altitude aumenta. Assim, enquanto nas zonas planas, junto à costa, se encontram extensos palmares, nas zonas mais elevadas do Gurué predominam as rasteiras e verdejantes plantações de chá. Entre elas, as culturas de algodão, os pomares e espécies exóticas, marcam a paisagem com as suas diferentes colorações.

Na plana orla costeira, junto ao rio dos Bons Sinais, assim designado por Vasco da Gama que encontrou aí a certeza de estar na rota certa para a Índia, ergue-se a bonita cidade de Quelimane, capital da Província e importante porto de cabotagem.

Um pouco mais a Sul, na embocadura do rio Zambeze, encontra-se Chinde, antigo polo da produção de açúcar e que já alguém considerou a vila mais antiga da Zambézia.

A Zambézia, sulcada por numerosos rios de vales verdejantes, é um habitat privilegiado para uma fauna diversificada que inclui grandes mamíferos e aves que se podem observar na reserva do Gilé, no distrito do mesmo nome, na reserva natural florestal de Derre, no Distrito de Morrumbala, onde se pode encontrar a palapala cinzenta, e na reserva de caça Madal Safaris no Distrito de Chinde com uma enorme variedade de aves. As etnias mais importantes na Província são os Chuabos, os Lomwè e os Macuas.

Como Chegar

De avião a partir de Maputo, ou das restantes províncias, em voos regulares ou por via terrestre a partir da Beira, atravessando o Zambeze em Caia ou a partir do Malawi, pela fronteira de Chipo em Mandimba.

Veja mais

Onde Ficar

Hotéis, motéis, complexos turísticos e residenciais, ver rúbrica “alojamento”, proporcionam aos visitantes uma agradável estadia.

Veja mais

Para Visitar

O Lago Niassa, com as suas águas doces e transparentes, a paisagem na zona de montanha e a reserva do Niassa, com 42 000 Km2 e uma variedade de animais de grande porte, designadamente elefantes, leões, leopardos, búfalos, cudos, antílopes, etc. E podem ser vistos e fotografados.

Veja mais

Onde Comer

Embora em reduzido número, existem restaurantes em Lichinga.

Veja mais

Pontos Turísticos

As florestas e montanhas do Niassa com a sua fauna, nomeadamente grande variedade de aves coloridas e animais de grande porte, vegetação e belezas naturais, proporcionam aos amantes de fotografia imagens espectaculares.
No interior, na região montanhosa de Gurué, situa-se o Monte Namuli, o 2º ponto mais elevado de Moçambique com 2419 m de altitude, coberta de numerosas plantações de chá e onde o ambiente natural ajuda à descontracção e proporciona boas fotografias para os entusiastas desta arte.

Veja mais

Vidas Nocturnas

Discotecas e bares, permitem momentos de agradável convívio.
Veja mais

Festas e Eventos

A dança e música fazem parte da cultura das etnias da Região. Na execução desta última são utilizados curiosos instrumentos de sopro feitos a partir de cabaças em que os sons são obtidos através de orifícios de dimensão variável para obter os efeitos sonoros pretendidos.

Onde Comprar

Próximo do centro de Lichinga um mercado africano oferece uma variedade de produtos. Cestaria, incluindo os cestos cilíndricos, peneiras e artesanato utilitário próprio da região pode ser adquirido junto dos próprios artesãos ou em bazares informais.

Veja mais

Prática de Desportos

A Província é propícia à prática de caça e ao eco-turismo. Para os amantes da caça, a Província do Niassa proporciona-lhes reservas especiais onde a sua destreza pode ser recompensada com troféus cada vez mais difíceis de obter. Também aos amantes do mergulho, as águas transparentes de cor azul-turquesa e a biodiversidade do Lago Niassa oferecem boas razões para a prática deste desporto.

Veja mais

pt_PTPortuguese
en_GBEnglish pt_PTPortuguese